Pacific Fire

Pacific Fire um jogo de Guerra Naval viciante


Pacific Fire chama atenção de tal forma que um desses tem paradoxos sobre ele. Então, o que há de tão especial neste jogo de guerra móvel que sequestra nossa ateção?

Pacific Fire não tem gráficos surpreendentes como você pode ver nos jogos móveis mas a história é envolvente, mas também não realmente perdi. O jogo sabe no que é bom e cortou tudo em favor de uma jogabilidade atraente e envolvente.

Você tem vários cenários para experimentar, empurrando unidades aéreas, terrestres e marítimas entre as bases para completar seus objetivos. Porém geralmente em um limite de curva estrito de quantidade de meses.

Um método de turno que vê os dois lados fazerem seus movimentos simultaneamente, mostrando como a ação se desenrolou no início do próximo turno. Este formato se adapta maravilhosamente ao Pacific Fire, já que os combates navais do Pacific foram pelas frotas opostas adivinhando a posição delas. Assim tentando induzi-las a uma batalha decisiva em seus próprios termos.

Isso nos leva ao elemento mais importante, a ordem em que todos esses movimentos ocorrem. Há quatorze passos para a resolução do combate mas isso se resume a unidades aéreas que chegam ao seu destino e lutam.

As forças navais então se movem para seu destino, elas lutam contra as forças navais inimigas e bombardeiam quaisquer unidades terrestres. As unidades terrestres resolvem seu combate com o inimigo. 

Aviões e navios têm suas próprias habilidades que determinam como funcionam em batalha. Geralmente, os eles operam com maior eficiência. Em uma nota semelhante as tropas terrestres têm três estatísticas que determinam a capacidade de combate: homens, tanques e armas.

Para todos que são fãs de jogos mobile e de guerra esse jogo é muito mais que um simples mobile game. Mas a inteligência conta nas horas de aperto.

Leia mais em:
https://pirogames.com